Lista de árbitros

 

A CAMEDIARB conta com profissionais qualificados, possuidores de formação teórica e prática, a fim de oferecer o perfil adequado para solucionar o seu conflito. Na arbitragem, a parte pode indicar o árbitro. A CAMEDIARB sugere os nomes a seguir, o que não impede a indicação de outros profissionais, na forma do Regulamento de Arbitragem.

 

ADÃO PAULO FERREIRA

Advogado (OAB/SC 12.708) especializado em Direito Empresarial, Portuário, Regulatório, Trabalhista, Civil, Contratos e Defesa do Consumidor. Consultor credenciado do SEBRAE/SC. Professor de Direito Portuário nos Cursos de Especialização/MBA em Gestão de Transporte Marítimo e Portuário da Mackenzie-Rio e de Direito Empresarial da Universidade do Vale do Itajaí (Univali). Professor de Direito Portuário, Processual Civil, Comunitário e Internacional Público da Univali, Itajaí (2015-  ) e de Processual Civil, Processual do Trabalho e Direito do Trabalho na UNIDAVI, Rio do Sul (2011-2014). Professor de Direito Penal (I e II), Direito Processual Civil, Direito Empresarial, Sociologia Jurídica e Direito Processual do Trabalho na UnC, Curitibanos (2013-2015). Graduado em Direito pela Univali, 1997. Pós-graduado em Direito Contemporâneo pela Universidade do Contestado (2007). Mestre em Ciências Jurídicas pela Univali (2012). Membro da 3ª Turma Julgadora do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/SC e Membro da Comissão de Direito Marítimo e Portuário da OAB/SC. Coordenador da Escola Superior da Advocacia da 13a Subseção OAB/SC.

Áreas de atuação: Direito Portuário, Direito Empresarial, Contratos, Direito Imobiliário, Direito Civil e Processual Civil e Direito do Trabalho. 

ALEXANDRE GONÇALVES DA ROCHA

Formação: Bacharel em Ciências Náuticas pelo Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (1993). Especialista em Marine Insurance Law pela World Maritime University, na Suécia (2007). Especialista em Sistemas de Qualidade e Segurança Marítima pela Pontíficia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2014).

Atividades profissionais: Assessor técnico da Autoridade Marítima para a Zona de Praticagem de Itajaí e Navegantes desde 1998. Atuação como especialista náutico em estudos de viabilidade náutica para o Complexo Portuário de Itajaí e Navegantes, desde 2007.
Idiomas: Português e inglês.

Áreas de atuação: Direito Marítimo e Portuário.

ANDRÉ LIPP PINTO BASTO LUPI

Formação: Pós-Doutorado em curso, em Direito Empresarial, pela Universidade de Lisboa (2016). Doutor em Direito pela Faculdade de Direito do Largo de São Francisco – USP, com estágio doutoral Graduate Institute of International Affairs, de Genebra (2006). Mestre em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC (2000). Bacharel em Direito pela UFSC (1997).

Atividades profissionais: Advogado desde 1998. Sócio de Menezes Niebuhr Advogados Associados, atuando na área do Direito Comercial. Professor convidado da Pontificia Universidad Javeriana de Bogotá, desde 2010, atuando no programa de doutorado. Professor Associado do Centro Universitário de Brasília – Uniceub, atuando nos programas de mestrado e doutorado.

Experiências anteriores: Professor de Direito Empresarial da UFSC. Professor dos programas de mestrado e doutorado da UNIVALI. Membro da American Society of International Law – ASIL e do Comitê de Estudios para la Difusión del Derecho en America Latina – CEDDAL; Secretário Geral da Associação Brasileira para o Ensino do Direito – ABEDI; Avaliador ad hoc do Ministério da Educação; Membro do Comitê de Área da Capes, onde presidiu a Comissão do Qualis (2011-2014); Primeiro Presidente da Associação Luso-Brasileira do Estado de Santa Catarina.

Publicações: autor do primeiro livro publicado no Brasil sobre a nova Lei do Software: “Proteção Jurídica do Software: Eficácia e Adequação” (Porto Alegre: Síntese, 1998), além de “Soberania OMC e Mercosul” (São Paulo: Aduaneiras, 2001) e “Os Métodos no Direito Internacional” (São Paulo: Lex, 2007). Tem mais de setenta trabalhos publicados no Brasil e no exterior.

Idiomas: inglês, francês, espanhol, italiano.

Áreas com capacidade para atuar como árbitro: a) contratos empresariais; b) direito societário; c) responsabilidade civil; d) direito internacional; e) títulos de crédito.

ASDRUBAL NASCIMENTO LIMA JÚNIOR

Advogado (OAB/DF 12.873), sócio do escritório Asdrubal Júnior Advocacia e Consultoria. Bacharel em Direito pelo Centro Universitário de Brasília (1995). Especialista em Direito Público pelo Centro Universitário do Distrito Federal (2000). Mestre em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (2002).[/expand~]

CARLOS LOCH

Consultor na área de Engenharia Civil, com ênfase em Cadastro Técnico Multifinalitário e Gestão Territorial, planejamento Regional e urbano, Plano Diretor Municipal, geoprocessamento como ferramenta de gestão territorial e ambiental, novas tecnologias, pericia criminal ambiental, avaliação de produtos cartográficos, Transparência na gestão pública baseada na qualidade da informação. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1B - CA SA - Arquitetura, Demografia, Geografia, Turismo e Planejamento Urbano e Regional. Possui Graduação em Engenharia de Agrimensura pela Universidade do Extremo Sul Catarinense (1979), Mestrado em Ciências Geodésicas pela Universidade Federal do Paraná (1982) e Doutorado em Engenharia Florestal pela Universidade Federal do Paraná (1988). É professor da UFSC desde 1982, sendo Professor Titular desde 1993 na área de Cadastro Técnico Multifinalitário e Gestão Territorial. Atualmente é revisor de várias revistas, entre elas, da Revista Brasileira de Cartografia, Árvore da Universidade Federal de Viçosa, da Universidade do Estado de Santa Catarina, da Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Ciência Rural, Ciência do solo, membro titular da Comissão de Cadastro e Gestão Territorial da Sociedade Brasileira de Cartografia, representante estrangeiro - Deutsche Geodätische Kommission. Coordenador do Programa de Mestrado em Engenharia de Transportes e Gestão Territorial da UFSC.

Áreas de atuação: Engenharia Civil, Gestão do Território, Perícia Ambiental.

CESAR AUGUSTO GUIMARÃES PEREIRA

Formação acadêmica: Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Paraná (1991), Mestre (1998) e Doutor (2005) em Direito do Estado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Visiting scholar na Columbia University School of Law, nos Estados Unidos (2013-2014).

Experiência profissional: Advogado, sócio da Justen, Pereira, Oliveira e Talamini Sociedade de Advogados, integrando a banca desde 1990. Presidente da CAMFIEP (2011-). Professor no Instituto de Direito Romeu Bacellar (2007-) e nas Faculdades Integradas Curitiba (2002-2006). Instrutor na Swiss International Law School, Suíça (2014-).

Experiência em arbitragem:

• Atua ou já atuou como árbitro em arbitragens institucionais perante o CAM/CCBC, CAMARB e ARBITAC, envolvendo matérias societárias, contratuais e administrativas (PPP), entre outras.
• Na condição de presidente de uma instituição arbitral (CAM-FIEP), tem estado envolvido em vários processos de arbitragem, solucionando diversas questões processuais.
• Em arbitragens internacionais, atuou como advogado no ICDR (Nova York) sob as regras da UNCITRAL e em arbitragem ad hoc pelas regras do ICC.
• É árbitro das listas referenciais da CAMFIEP (Curitiba), do Centro de Arbitragem Comercial – CAC-CCIP (Lisboa), da ARBITAC (Curitiba), da CAMARB (Belo Horizonte), da CAMEDIARB (Itajaí), do ICDR (Nova Iorque) e do HKIAC (Hong Kong).
• No ano letivo de 2013-2014, foi visiting scholar no departamento de arbitragem internacional da Columbia University, tendo permanecido na faculdade em Nova York de setembro de 2013 a janeiro 2014, sob a supervisão do professor George Bermann.
• Submeteu-se à avaliação para o CIArb Fellowship em maio de 2013, tornando-se FCIArb mais tarde no mesmo ano.

Áreas de atuação: Contratos Administrativos – Licitações – PPPs - Projetos de Infraestrutura - Setores Regulados - Direito Comercial - Venda Internacional de Mercadorias – Contratos na Área de Defesa - Contratos Nacionais e Internacionais.

Idiomas: Português (nativo), inglês (fluente), francês (bom) e espanhol (bom)

Currículo Lattes 

CESAR LUIZ PASOLD

Advogado (OAB/SC 943). Doutor em Direito do Estado pela Faculdade de Direito do Largo São Francisco, Universidade de São Paulo (USP), Pós  Doutor  em Direito das Relações Sociais pela Universidade Federal do Paraná (UFPR),  Mestre em Instituições Jurídico-Políticas  pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Especialista e Mestre em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da USP. Graduado em Direito pela UFSC. Consultor de Organizações nas Áreas Jurídica e Axiológica. Docente da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), lecionando as disciplinas: (1) Teoria do Estado e da Constituição e (2) Seminário de Metodologia da Pesquisa Jurídica, ambas no Curso de Doutorado em Ciência Jurídica. Áreas de pesquisa: Ética Geral e Jurídica; Teoria do Direito, do Estado e da Constituição; Teoria e Ciência Política; Elementos básicos de Direito Portuário. Autor, entre outras, das Obras: Metodologia da Pesquisa Jurídica: Teoria e Prática (13 ed. Florianópolis: Conceito Editorial, 2015); Função Social do Estado Contemporâneo (4 ed. Itajai: Univali-2013- ebook, disponível gratuitamente: http://siaiapp28.univali.br/LstFree.aspx; Ensaio sobre a Ética de Norberto Bobbio (Conceito Editorial, 2008); Lições Preliminares de Direito Portuário (Conceito Editorial, 2007). Coautor, entre outros, de: Reflexões sobre Teoria da Constituição e do Estado (Florianópolis: Insular, 2013); Direito Portuário, Regulação e Desenvolvimento (2.ed. Belo Horizonte: Forum, 2011). Presidente da Academia Catarinense de Letras Jurídicas-ACALEJ (em mandato de 2013-2017).

DINORÁ ELIETE FLORIANI

Bacharela em Administração com habilitação em Comércio Exterior pela Universidade do Vale do Itajaí (1997), especialista em Direito e Economia da União Europeia pela Università degli Studi di Padova, Itália (1998), Mestre em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2002) e Doutora em Administração pela Universidade de São Paulo (2010). Realizou estágio pós-doutoral na Università degli Studi de Firenze no ano de 2013, na área de negócios internacionais. Professora titular nos cursos de Mestrado e Doutorado em Administração da Universidade do Vale do Itajaí.

Áreas de atuação: Compra e venda internacional; internacionalização de empresas

Idiomas: Português, italiano, inglês e espanhol

EDSON MESQUITA DOS SANTOS

 

Bacharel (1985) e especialista (1992) em Ciências Náuticas pelo Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (1985). Especialista em Análise de Sistemas pela Universidade Veiga de Almeida (1991). Mestre em Engenharia Oceânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1999). Coeficiente de rendimento  A em todos os créditos. Título da dissertação: “Análise de modelos matemáticos para simulação de manobras do navio em tempo real”. Doutor em Engenharia Oceânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005). Coeficiente de rendimento máximo A em todos os créditos. Título da Tese: “Um simulador de manobras em tempo real com sistema de posicionamento dinâmico."

Principais Trabalhos de consultoria e pesquisas executados: (i) Consultor da Elebra Sistemas de Defesa e responsável pelo desenvolvimento da bases de dados e modelos hidrodinâmicos, no simulador de manobras do CIAGA- Marinha do Brasil; (ii) Consultor da Ship Analytics International para o desenvolvimento dos portos de Boston e     Cheasapeak Bay e porto de São Francisco, para a Guarda Costeira Americana (US Coast Guard); (iii) Consultor da Petrobras, para cursos em hidrodinâmica do navio para capitães de manobra e comandantes de navios; (iv) Consultor do Instituto de Ciência Náuticas, com sede no Rio de Janeiro, para desenvolvimento de simuladores; (iv) Pesquisador e  consultor do Tanque de Provas Numérico da USP,  equipe do professor Dr. Tannuri; (v) Pesquisador  e consultor da COPPE-UFRJ, equipe do professor Dr. Sphaier; (vi)  Consultor da Kongsberg Simulators para desenvolvimento de modelos matemáticos para manobra do navio em águas rasas; (vii)  Consultor do Conapra - Conselho Nacional de Praticagem. Função atual: (i) Professor Associado de Hidrodinâmica e Manobra do Navio, do CIAGA ministrando aulas nos cursos de atualização de práticos e gerência de passadiço para oficiais; (ii) Encarregado da divisão de manutenção e desenvolvimento do Centro de Simuladores; (iii) Secretário relator da  revisão da Norma Brasileira ABNT 13246 - Planejamento Portuário e (iv) testemunha técnica e parecerista em arbitragens marítima e portuária.

EGON BOCKMANN MOREIRA

Advogado desde 1987 (OAB/PR 14.376). Professor de Direito Econômico da Faculdade de Direito e do Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal do Paraná - UFPR. Professor e palestrante nos cursos de MBA, LLM e educação continuada na Escola de Direito - FGV Rio. Mestre (1999) e Doutor (2004) pela UFPR e pós-graduado em Regulação Pública da Economia e Concorrência pela Universidade de Coimbra (2002).
Publicou vários livros, dentre eles Direito das Concessões de Serviço Público (São Paulo: Malheiros Ed., 2010); Licitação Pública (2ª ed. São Paulo: Malheiros Editores, 2015) e Portos e seus regimes jurídicos (Belo Horizonte: Fórum, 2014), além de mais de uma centena de artigos em periódicos acadêmicos e obras coletivas.
Idiomas: português e inglês.
Área de atuação: Contratos administrativos, parcerias público-privadas, concessões, autorizações, infraestrutura, regulação e empresas estatais.
Currículo Lattes.

FRANCISCO CARLOS MORAIS SILVA

 Advogado especialista em Direito Portuário e Marítimo com trinta anos de experiência no setor. Titular da Advocacia Morais Silva. Assessor Jurídico do Sindicato das Agências de Navegação Marítima do Estado do Espírito Santo, Sindamares. Consultor Jurídico da Federação Nacional das Agências de Navegação Marítima, Fenamar. Diretor de assuntos Portuários e Marítimo da Escola Superior de Advocia da OAB – ESAES. Membro do Instituto dos Advogados do Estado do Espírito Santo – IAEES. Professor Direito Portuário do Curso de Pós-Graduação em Direito Marítimo e Portuário da Faculdade de Direito de Vitória – FDV. Autor de diversas publicações em sites e livros especializados em Direito Marítimo e Portuário. Palestrante em diversos Congressos e Seminários de Direito Marítimo e Portuário. Autor do livro “Direito Portuário”, Del Rey, 1994, do livro “Manual de Direito Portuário”, 2014; co-autor do livro “Agenciamento Marítimo. Atividades e Responsabilidades”, 2015.

FREDERICO BUSSINGER

Engenheiro eletricista e economista. Pós-graduado em engenharia, administração de empresas, Direito da Concorrência e mediação e arbitragem. Atuações como executivo, consultor ou adviser em planejamento e gestão portuária, hidroviária e ferroviária; logística; transporte público; manutenção; planejamento urbano; modelagem (outorga e PPP) e regulação.

Palestrante e articulista regular. Foi: (i) Secretário Executivo do Ministério dos Transportes e Secretário Municipal de Transportes (SP-SP); (ii) Presidente da Companhia Docas de São Sebastião (SP), Cia. Paulista de Trens Metropolitanos (SP) – CPTM; São Paulo Transportes – SPTRANS (ônibus), e Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia – CONFEA; (iii)  Diretor da Cia. Docas de SP – CODESP (Porto de Santos); Departamento Hidroviário (SP) e METRÔ/SP.

Órgãos colegiados: (i) Presidente dos Conselhos de Administração da CODESA (Porto de Vitória-ES), CODESP; (ii) Porto de Santos-SP); Rede Ferroviária Federal – RFFSA; SPTRANS, CET/SP, e dos Comitês Diretores da Estadualização da Cia. Brasileira de Trens Urbanos - CBTU de SP e RJ; e Conselho Nacional de Transportes Urbanos – CNTU.

Coordenador do GT de Transportes do Comitê Gestor da Política Estadual de Mudanças Climáticas – PEMC (SP) e Membro/conselheiro da Comissão Diretora do Programa Nacional de Desestatização – CD/PND; do Conselho Fiscal da ELETROBRAS, Instituto de Desenvolvimento, Logística, Transporte e Meio Ambiente - IDELT, e Comissão da Reforma Administrativa do Governo Federal – CRA.

Principais projetos (concluídos) com função de direção, coordenação, adviser ou assessoramento de decisores: (i) Portos, Hidrovias e Plataformas Logísticas: Projeto “Santos-2000” e Programa de Arrendamentos do Porto de Santos-SP (PROAPS); Plano Integrado Porto-Cidade (PIPC) do Porto de São Sebastião (SP); Plano de Dinamização da Hidrovia Tietê-Paraná; Projeto do Hidroanel Metropolitano de SP; Arrendamento do Terminal de Contêineres do Porto de Itajaí-SC (TECONVI); Arrendamento do Terminal Graneleiro do Porto de Santarém-PA; Expansão do Porto de Vila do Conde-PA; Concepção de Plataformas Logísticas de São José dos Campos- SP e Guamá-PA; Pacto de Transição Negociada (PTN) no Porto de Itajaí-SC; Plano de Desenvolvimento e Zoneamento (PDZ) dos portos de Santos-SP, São Sebastião-SP, Vila do Conde-PA, Itajaí-SC, Itaqui-MA.

Ferrovias e Transporte Público: Estadualização da rede ferroviária metropolitana de passageiros de SP e RJ; Modernização da Linha-9 (Esmeralda) da CPTM; Revisão Geral dos trens do Metrô-SP (1º frota); Implantação da manutenção e operação do Metrô de Bogotá (Colômbia) e de Caracas (Venezuela); implantação do Expresso Tiradentes (Trechos 1 e 2) e do Bilhete Único Integrado – SP (ônibus, metrô, ferrovia).

FREDERICO EDUARDO ZENEDIN GLITZ

Advogado (OAB/PR 31.042). Doutor em Direito das Relações Sociais pela Universidade Federal do Paraná (2011). Mestre em Direito das Relações Sociais pela Universidade Federal do Paraná (2005). Especialista em Direito dos Negócios Internacionais pela Universidade Federal de Santa Catarina (2003). Especialista em Direito Empresarial pelo Instituto de Ciências Sociais do Paraná (2002). Graduado em Direito pela Universidade Federal do Paraná (2000). Professor titular da UNOCHAPECÓ e da UNICURITIBA. Professor do Programa de Mestrado em Direito da UNOCHAPECÓ. Coordenador dos Cursos de Especialização em Direito Civil e Processo Civil e do curso de Especialização em Direito Contratual do UNICURITIBA. Membro do Conselho Editorial de vários periódicos especializados nacionais e internacionais. Autor de diversos livros e artigos especializados, publicados no Brasil e no exterior. Componente da lista de árbitros da Câmara de Arbitragem e Mediação da Federação das Indústrias do Paraná (CAMFIEP). Atualmente desenvolve pesquisas nos seguintes temas: cidadania, atores internacionais, atores privados e regulação internacional, contratos internacionais.

Áreas de atuação: Direito Civil, Contratos Internacionais, Obrigações, Societário e Empresarial.

GABRIELLE THAMIS NOVAK FÓES

Mestre em Direito Marítimo Internacional (LL.M) pela IMO IMLI - International Maritime Law Institute (Malta, 2013/2014), graduada com Distinção e contemplada com o prêmio Professor Walter Muller pelo melhor Projeto de Lei apresentado (Bunkers Convention), com validação pela UNIVALI/PPCJ (2016). É pós-graduada em Direito Civil, Direito Negocial e Imobiliário pela Universidade Anhanguera-Uniderp (2013) e pós-graduanda Direito Marítimo e Portuário na UNIVALI, onde também se graduou em Direito (2012). Advogada, inscrita na OAB/SC 34.622, atua diretamente com empresas ligadas ao comércio exterior, especialmente com Direito Marítimo, Aduaneiro e Internacional. É especialista em demurrage de contêineres e bills of lading. É membro da Comissão de Direito Marítimo, Portuário e Aduaneiro da OAB/Itajaí (SC). Professora da Escola Superior da Advocacia da OAB/RJ e autora de diversos artigos científicos na área de Direito Marítimo.

Idiomas: Português e inglês.

Áreas de atuação: Direito Marítimo, Contratos Internacionais, Recuperação de créditos, Responsabilidade civil, Direito Civil, Comércio Exterior, Direito Empresarial, Direito Internacional.

INGRID ZANELLA ANDRADE CAMPOS

Advogada (OAB/PE 26.25). Doutora e mestre em Direito pela UFPE. Professora Adjunta da UFPE. Professora da Faculdade Damas - PE (graduação e mestrado). Presidente da Comissão de Direito Marítimo, Portuário e do Petróleo e membro da Comissão de Meio Ambiente da OAB/PE. Auditora Ambiental Líder de portos, plataformas e refinarias. Perita Ambiental Judicial. Coordenadora e Professora da Pós-Graduação em Direito Marítimo, Portuário e do Petróleo da UNINASSAU/PE. Professora da especializações em Direito Marítimo, Portuário e Ambiental da UNISANTOS/SP, Faculdade de Direito de Vitória/ES, UNIVALI/SC e UFRN. Oficial do Conselho da Ordem do Mérito Naval/Marinha do Brasil. Coordenadora e pesquisadora responsável pela análise jurídica do primeiro estudo ambiental no Brasil envolvendo navios de cruzeiros (Estudo Ambiental dos Impactos da Atividade de Cruzeiro Marítimo no Arquipélago de Fernando de Noronha, 2012). Membro associada da Associação Brasileira de Direito Marítimo. Autora do Livro Direito Constitucional Marítimo. Curitiba - PR: Juruá Editora, 2011. Pesquisadora nas áreas de Direito Marítimo, Portuário, Ambiental, mediação de conflitos, conciliação, arbitragem comercial e negociações internacionais.

Idiomas: português, inglês e italiano.

JOSÉ FLÁVIO COMMANDULLI

Mais de trinta anos de experiência atuando como instrutor, facilitador e regulador na área de sinistros e avarias no transporte nacional e internacional (carga, máquinas e equipamentos), sobretudo na área securitária, por empresas como Bradesco Seguros, Omega Comissária de Avarias, Pamcary Reguladora de Sinistros e Ativas Perícias e Avaliações. Perito judicial e extrajudicial. Bacharel em Direito pela Faculdade Guilherme Guimbala (2008). Especialista em Gestão Empresarial pela Sociedade Educacional de Santa Catarina (2001).

JOSÉ MÁRIO DA COSTA SILVA

Oficial de Máquinas da Marinha Mercante formado pelo Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (1982), tendo embarcado durante oito anos (até 1990). Bacharel em Direito pela Universidade da Amazônia (1996). Professor de Direito Marítimo do Centro de Instrução Almirante Brás de Aguiar desde 2005. Presidente da Comissão de Direito Marítimo da OAB/PA desde 2009.

JOSÉ TRAGINO DA SILVA

Advogado (OAB/SC 21.695). Pós-Graduado Lato Senso em Formação para o Magistério Superior, Especialista em Direito do Trabalho, Bacharel em Direito pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali, 2004). Tem experiência na área de Direito, como professor e advogado, com ênfase em Direito do Trabalho, Direito Tributário, Direito Comercial, Direito Civil, Defesa do Consumidor e Mediação e Arbitragem. Presidente da Comissão de Arbitragem da OAB-SC-Brusque (2013-2015) Diretor Jurídico da Federação Catarinense das Entidades de Mediação e Arbitragem (FECEMA).

JÚLIO DONATO PEREIRA

Advogado (OAB/SC 3.819). Bacharel em Direito pela Universidade do Vale do Itajaí (1980). Especialista em Direito Empresarial e Civil. Sócio do Julio Donato Advogados. Atuante desde 1980, possui grande experiência na área empresarial, desempenhando sério trabalho em disputas judiciais complexas. Assessora clientes em uma variedade de matérias, em vários setores como têxtil, aviação, naval, logística, aduaneiro e construção civil.

LEONARDO SOUSA SOARES

Bacharel em Ciências Náuticas (CIAGA 2005). Oficial de Náutica da Marinha Mercante, tendo viajado para 09 países, e operado em 21 portos nacionais e estrangeiros, incluindo docagens em estaleiros estrangeiros (Zhoushan e Ning Bo - China). Bacharel em Direito (UFRJ 2014). Advogado (OAB/RJ 196.768), afiliado ao IIDM – Brasil. Mestre em Engenharia Naval e Oceânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (COPPE/UFRJ) (2017). Professor de Engenharia Portuária de Pós-Graduação, nas Universidades Mackenzie e Dom Bosco (UNDB-MA). Consultor Marítimo-Portuário desde 2009. Assistente Técnico em Acidentes de Navegação. Palestrante em Congressos da SOBENA e Praticagem.

Principais trabalhos realizados: (i) Autor do livro “Utilização de Rebocadores nos Portos” (2017), tradução da publicação “Tug Use in Ports”, regra MSC.1.101 da IMO / OMI sobre operação de rebocadores portuários. (ii) Consultor da VALE para análise de risco operacional das manobras dos navios classe CHINAMAX - 400.000TPB nos Portos de Ponta da Madeira (MA) e Tubarão (ES). (iii) Consultor da VALE para análise de risco das manobras de navios classe Capesize (150.000 TPB) no Porto de Tubarão (ES) e Terminal da Ilha Guaíba (RJ).(iv) Consultor da PETROBRÁS para análise de manobrabilidade de navios de gás liquefeito de petróleo (GNL) nos terminais de Suape (PE) e Madre de Deus (BA). (v) Consultor da PRUMO Logística para análise da operação de rebocadores no Porto do Açu. (vi) Consultor da MIND Estudos e Projetos em análise mercadológica da rebocagem brasileira. (vii) Assistente Técnico da Dersa Des. Rodoviário em análise de 2 (dois) acidentes da navegação ocorridos no Porto de Santos.

Idiomas: Português e Inglês.

Áreas de atuação: Acidentes / Fatos da navegação envolvendo manobras de navios e rebocadores em alto-mar e áreas portuárias.

LUIZ FERNANDO MOLLÉRI

Advogado (OAB/SC 2.174), sócio do escritório Molléri e Advogados, com sede em Itajaí/SC. Bacharel em Direito (1975) e em Contabilidade (1982) pela Universidade do Vale do Itajaí. Especialista em Direito Empresarial pela Universidade Regional de Blumenau (2005), em Direito Administrativo pelo Centro de Ensino Superior de Blumenau (2008), em Direito Eleitoral pela Universidade Anhanguera (2011) e em Direito Processual Civil pela Damasio Educacional (2016-). Mestrando e Doutorando em Ciências Jurídicas pela Universidade Autónoma de Lisboa, Portugal (2016-). Professor na disciplina de Direito Comercial do Bacharelado em Direito da Universidade do Vale do Itajaí desde 1984.

Áreas de atuação: Direito Empresarial, Societário, Sucessório, Imobiliário, Portuário e Trabalhista.

MARCELO MARKUS TEIXEIRA

Doutor em Direito Internacional Privado (sub-área Arbitragem Internacional), pela Universität zu Köln (Alemanha), em 2011. Mestre em Direito Internacional Privado (sub-área Arbitragem Internacional), pela Universität zu Köln (Alemanha), em 2008. Mestre em Direito e Política da União Europeia, pela Università degli Studi di Padova (Itália). Graduado em Direito pela Universidade do Vale do Itajaí (2002). Coordenador do Programa de Mestrado em Direito da UNOCHAPECÓ.

Advogado atuante nas áreas do Direito Civil e do Direito Internacional Privado. Assessor jurídico de empresas internacionais. Consultor jurídico na implementação de atividades de sociedades empresárias brasileiras no exterior.

Idiomas: Português, inglês, alemão, italiano e espanhol.

Áreas de atuação: Contratos internacionais e nacionais, responsabilidade civil contratual e extracontratual e contratos empresariais.  Especialista no direito privado alemão, italiano e estadunidense.

MARCO ANTÔNIO RIBEIRO TURA

Pós-Doutor em Direito Político e Econômico pela Universidade Presbiteriana Mackenzie de São Paulo (2016). Doutor em Direito Internacional e Integração Econômica pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2007). Mestre em Instituições Jurídico-Políticas pela Universidade Federal de Santa Catarina (1998). Especialista em Direito Sanitário pela Fundação Oswaldo Cruz (2013). Bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, com habilitação em Direito Econômico, em Direito Internacional Público e em Direito do Comércio Internacional (1994). Certificação em Mediação e Arbitragem e em Aperfeiçoamento da Docência pela Fundação Getúlio Vargas (2014). Consultor da Comissão Especial de Direito Maritimo e Portuário da Ordem dos Advogados do Brasil no Estado de São Paulo. Membro da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. Membro da International Law Association. Membro da International Chamber of Commerce, em cujas Comissões de Arbitragem e de Direito e Práticas Comerciais atua para a nova regulação do cumprimento de sentenças estrangeiras e dos contratos com a administração pública. Pesquisador do Grupo de Pesquisas sobre Estado e Economia da Universidade Presbiteriana Mackenzie de São Paulo e do Grupo de Pesquisa sobre Direito, Cidadania e Desenvolvimento Sustentável da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul. Membro da Câmara Brasileira de Mediação e Arbitragem Empresarial. Orientador do Grupo de Pesquisa em Regulação de Mercados e Políticas Setoriais do Programa de Pesquisa em Finanças Públicas da Escola de Administração Fazendária (2015-2016). Professor Doutor da Escola Superior do Ministério Público da União (2007-2017). Advogado e consultor jurídico e educacional em São Paulo, em Minas Gerais e no Rio de Janeiro (1995-2005). Membro Vitalício do Ministério Público da União (2005-2017). Membro Auxiliar da Corregedoria Geral do Ministério Público do Trabalho (2013-2015). Coordenador Regional de Combate às Irregularidades Trabalhistas na Administração Pública do Ministério Público do Trabalho no Estado de São Paulo (2013-2014). Membro Titular do Comitê Estadual do Fórum Nacional de Precatórios do Conselho Nacional de Justiça (2013-2014). Professor Titular de Direito Público e Privado e de Direito Internacional Público e Privado do Curso de Relações Internacionais da Faculdade Municipal de Ciências Econômicas e Administrativas de Santo André (2004/2012). Professor Visitante de Direitos Fundamentais e Finanças Públicas da Universidade de São Paulo (2009). Professor Assistente da Universidade Federal de Juiz de Fora (2002/2004). Fundador e Presidente da Câmara de Mediação de Conflitos Coletivos de Trabalho na Administração Pública do Alto Tietê (2007-2013). Presidente da Associação Americana de Juristas no Estado de São Paulo (2000/2005). Membro da Comissão Permanente de Direito Comunitário do Instituto dos Advogados Brasileiros (2000/2005). Membro da Comissão Especial para a Reforma do Poder Judiciário da Ordem dos Advogados do Brasil no Estado de São Paulo (2000/2005). Conselheiro da Universidade Federal de Santa Catarina (1996). Pesquisador da Nederlandse Organisatie voor Internationale Ontwikkelingssamenwerking e da Evangelische Zentralstelle für Entwicklungshilfe E. V. (1992/1994). Concorreu, em vaga reservada ao Ministério Público, ao cargo de desembargador federal nos Tribunais Regionais do Trabalho da 4ª e da 15ª Regiões. Concorreu, também, na categoria do Ministério Público, ao Prêmio Innovare.

Idiomas: Português, espanhol, italiano, inglês (compreensão e conversação) e francês (leitura e escrita).

Áreas de atuação: Direito Internacional, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Econômico, Direito Marítimo, Direito Portuário, Direito Civil, Direito Empresarial, Direito do Consumidor, Direito do Trabalho, Direito Notarial e Direito Registral.

NORMAN AUGUSTO MARTÍNEZ GUTIÉRREZ

Bacharel em Direito pela Universidad Nacional Autónoma de Honduras (1996). Em 1997 foi contratado pela Direção Geral da Marinha Mercante de Honduras. Mestre (1998) e Doutor em Direito Marítimo Internacional cum laude (2010) pelo IMO International Maritime Law Institute (IMLI), onde leciona desde 1999, e é Professor Associado. Atua como consultor marítimo internacional desde 2000 e membro da lista de experts da Organização Marítima Internacional desde 2003. Autor de Limitation of Liability in International Maritime Conventions: The Relationship between Global Limitation Conventions and Particular Liability Regimes e  co-coordenador dos livros  Serving the Rule of International Law e Serving the Rule of International Maritime Law e The IMLI Manual on International Maritime Law. Co-coordenador da série Shipping Law – Vols. I, II e III, Oxford University Press. Possui vários artigos publicados em revistas jurídicas em todo o mundo. Palestrante em várias conferências internacionais e redator da legislação para governos em diversas áreas de Direito Marítimo.

OSCAR BENITO CORTESSI GARAYO

Capitão de Marinha Mercante, Perito Naval e Ambiental pela Corte Suprema de Justiça do Paraguai, Investigador de Acidentes e Sinistros Marítimos, Auditor IMO, Instrutor de Simulador IMO. Árbitro Internacional Marítimo, Especialista em Cargas Perigosas, Segurança e Proteção Marítima e Portuária, ISPS Code, ISM Code, Ex-Diretor Geral da Marinha Mercante de Paraguai. Autor de de vários livros, publicados em espanhol e português, relacionados às suas áreas de atuação.

OSVALDO AGRIPINO DE CASTRO JUNIOR

Professor do Mestrado e Doutorado em Ciência Jurídica da Univali, do Mestrado em Engenharia de Transportes da UFSC e convidado do Mestrado e Doutorado do International Maritime Law Institute, IMO/Malta, desde 2009, do Mestrado em Direito da FGV-Rio e da PUC/SP, e de diversos cursos de especialização em Comércio Exterior, Direito Marítimo e Portuário. Visiting Scholar na Stanford Law School (2000). Concluiu estágio Pós-Doutoral em Regulação de Transportes e Portos na Kennedy School of Government, Harvard University, em 2007/2008, com bolsa CAPES. Autor e organizador de 21 livros publicados pelas Editoras Aduaneiras, Fórum, Sergio Fabris, Quartier Latin, Lex, Renovar, Lumen Juris, OAB Nacional e Conceito, e 110 artigos e capítulos de livros publicados pela Oxford University Press, Revista dos Tribunais, Fórum, Juruá e Aduaneiras. Em 2011 recebeu o Prêmio Ravina Goni (2º melhor artigo) no Congresso do IIDM, no Panamá. Membro do Conselho Editorial da Revista Direito Aduaneiro, Marítimo e Portuário da IOB-Sage. Idealizador e coordenador do I Congresso Brasileiro das Comissões de Direito Aduaneiro, Marítimo e Portuário da OAB (2012). Advogado (OAB/SC 13.453-B), graduado pela UERJ (1992), sócio do Agripino & Ferreira Advocacia e Consultoria e Mestre em Direito Constitucional pela PUC-Rio, 1996. Diretor da Escola Superior da Advocacia da OAB/RJ (1996-98), onde lecionou Curso de Mediação. Bacharel em Ciências Náuticas, Ciaga (1983) e piloto de navios mercantes da Petrobras, Vale do Rio Doce, Libra e CBTG, tendo viajado para 30 países e operado em 65 portos, durante 4 anos (1983-87). Em 2013 recebeu a Medalha do Mérito Tamandaré do Comandante da Marinha. Membro das listas de árbitros da CAMFIEP, CBAM (Câmara Brasileira de Arbitragem Marítima, RJ), CMAJ e CAMESC e expert witness em arbitragens na CIESP-FIESP. Mediador formado pelo Dispute Management Institute, DMI, Orlando, Flórida, EUA (1997).

Áreas de atuação: Direito Marítimo, Direito Portuário, Contratos Internacionais, Recuperação de créditos, Logística, Regulação de Transportes, Convenção das Nações Unidas sobre Compra e Venda Internacional (CISG), Limitação da responsabilidade civil, Direito Civil, Comércio Exterior.

Idiomas: Inglês, francês, italiano e espanhol.

PATRÍCIA CASTELLEM STREBE

Advogada (OAB/SC 34.286). Bacharel em Direito pela Universidade do Vale do Itajaí (2006). Especialista em Direito Empresarial e dos Negócios pela Universidade do Vale do Itajaí (2014). Mestranda em Gestão de Políticas Públicas (2015-). Assessora jurídica de diversas instituições de terceiro setor e já atuou em Licitações e Contratos Administrativos. Pesquisadora nas áreas de políticas públicas e cidadania, constitucionalismo e política, sociedade consumerista, mediação, conciliação, arbitragem, economia criativa, economia solidária, economia colaborativa, terceiro setor, direitos das mulheres e das minorias. Possui experiência em Direito Empresarial, Direito Eleitoral, Direito Civil – Terceiro Setor, Direito Administrativo, Licitação e Contrato Administrativo.

PAUL ERIC MASON

Advogado e árbitro norte-americano com atuação e dupla residência no Brasil e nos Estados Unidos. Advogado nos Estados Unidos e Consultor em Direito Estrangeiro regularmente habilitado pela Ordem dos Advogados do Brasil.
Formação acadêmica: Yale University (Bacharel); Paul Nitze School of Advanced International Studies (SAIS)/Johns Hopkins University em Washington, DC e Bolonha, Itália (Mestrado em Relações Internacionais); Universidade de Maine (Direito).
Idiomas: inglês, português, espanhol, russo (intermediário), francês (básico)
Experiência em arbitragens: Árbitro, mediador e advogado em disputas comerciais internacionais com partes brasileiras, latinoamericanas, européus e norte-americanas, frente às seguintes instituições: AAA/ICDR/New York, BAC/Beijing, CCBC/São Paulo, CCI/Paris, HKIAC/Hong Kong, LCIA/Londres, e OMPI/Genebra. Co-fundador, Miami International Arbitration Society, organização anfitriã da ICCA/Miami – 2014. Integrante, CCI – Brasil e Comitê Brasileiro de Arbitragem. Fez a sua primeira arbitragem em 1986 com Willem Vis como Presidente do Painel numa disputa entre partes da Espanha e dos Estados Unidos.
Áreas de atuação em arbitragens: TI/PI/telecomunicações, médica, seguros/resseguros, energía/petróleo e gás (inclusive uma disputa sobre perfuração de petróleo em SC), marítima e aeroespacial, importação/exportação/distribuição de produtos, financeira, fusões e aquisições.
Experiência em advocacia na área comercial: Ex-Diretor Jurídico/América Latina, Rússia e Canadá das empresas Digital Equipment, Oracle, e 3Com. Ex-Diretor Jurídico/EEUU da Módulo S.A., empresa brasileira de segurança de redes.
Palestrante e autor de vários artigos em inglês e português (alguns publicados em chinês e espanhol também) sobre arbitragem e mediação internacional. Redator-Chefe do livro (com Horacio Grigera-Naón, Co-Redator) International Commercial Arbitration Practice:21st Century Perspectives (Lexis-Nexis, New York, 2010, 50+ capítulos com atualizações anuais).
Para mais informações favor ver o website: www.paulemason.info

PAULO CORSI

Vinte anos de experiência profissional atuando como principal executivo de terminais públicos e privados: Porto de São Francisco do Sul – Presidente (atualmente);  Grupo Dragados (Espanha) – Consultor Técnico;  Porto de Imbituba, SC, Diretor Geral;  Terminal Portuário Babitonga, SC, Diretor Superintendente; EADI Portobello; SC -  Diretor Superintendente; Porto de São Sebastião, SP,  Diretor Geral; Ministério dos Transportes,  DF, Diretor de Logística; CMTC, SP, Diretor de Planejamento e Administração     e Metrô SP, SP, Engenheiro de Desenvolvimento. Graduado em Engenharia Eletrônica (Mackenzie, SP), Pós-Graduado em Administração de Empresas (FGV-SP), Especialização em  Planejamento de Transportes – Universidade de Turim – Itália;  Gerenciamento Portuário – Porto de Roterdã – Holanda e Gerenciamento Canais de Acesso – Porto de Antuérpia – Bélgica. Visitas Técnicas aos Portos de  New York, Málaga – Espanha, Porto de Cingapura, Xangai e Hong-Kong – China; Dubai – Emirados Árabes;  Odessa – Ucrânia;  Leixões –Portugal;  Valência – Espanha;  Le Havre –França;  Antuérpia – Bélgica e Hamburgo – Alemanha. Professor Universitário do Curso Superior de Graduação em Logística da Univali e do Curso de Pós-Graduação em Comércio Exterior – FIEG / SENAI. Presidente do Conselho de Autoridade Portuária dos Portos de Itajaí, Imbituba, Laguna. Autor de trabalhos de consultoria técnica para a implantação e gerenciamento de Terminais Portuários em Santos, Itajaí, Imbituba e São Francisco do Sul. Membro do Conselho de Administração (CONSAD) do Porto do Rio de Janeiro e palestrante em congressos e  seminários sobre temas relativos à Logística e Administração Portuária.

PAULO ROBERTO BATISTA VILLA

Graduado em Engenharia Civil pela Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia (1973) e em Administração de Empresas pela Universidade Católica de Salvador.

Polivalente de visão global, com experiências em conselhos, direção de empresas, em relações institucionais, no comércio internacional (exportação de café e importação de trigo), na avaliação e planejamento estratégico de negócios, em infraestrutura de transportes e logística, com expertise na atividade portuária, concessão, regulação de serviços públicos e aspectos concorrenciais.

Estuda permanentemente a atividade portuária e seu desenvolvimento. Participa da elaboração de estudos logísticos em modais rodoviário, ferroviário e marítimo, planos diretores portuários, desenvolvimento de projetos e estudos de viabilidade técnica e econômica de terminais portuários e projetos conceituais e básicos de engenharia portuária. Conhece os portos brasileiros e, por meio de visitas técnicas no exterior, os de Algeciras (ES), Antuérpia (BE), Barcelona (ES), Bahía Blanca (AR), Beirute (LB), Houston (US), A Coruña (ES), Le Havre (FR), Lisboa (PT), Marseille-Fos (FR), Paris/Port de Genneviliers (FR), terminais de grãos em Up River (AR) e de Thunder Bay (CA).

É diretor-executivo da Associação de Usuários dos Portos da Bahia – Usuport (usuport.org.br), desde setembro de 2004. Também atua como consultor (Villa Engenheiros Associados) e é produtor rural. Foi executivo de suprimento e logística de moinho de trigo (Moinho da Bahia), presidente de produtora e exportadora de café (Agropau), diretor de construtora (Vibro Engenharia), diretor de indústria de blocos de silício-calcáreo (Silical) e gerente de produção de indústria de concreto pré-misturado (CimentoPronto).

Foi presidente do Conselho de Administração da Fundação Instituto Miguel Calmon de Estudos Sociais e Econômicos – IMIC; vice-presidente e diretor da Associação Comercial da Bahia; diretor do Centro das Indústrias do Estado da Bahia (Cieb); membro do Conselho de Usuários do Porto de Salvador; membro do Conselho de Administração da Companhia das Docas do Estado da Bahia - Codeba; coordenador e vice-coordenador do Comitê de Modernização dos Portos da Federação das Indústrias do Estado da Bahia - Fieb, membro do Conselho de Autoridade Portuária de Salvador e Aratu (CAP), membro da Comissão Especial de Planejamento da Logística de Transportes do Estado da Bahia. Escreveu e publicou diversos artigos e editou o livro “Abertura dos Portos – 200 Anos”.

QUEILA JAQUELINE NUNES MARTINS

Advogada (OAB/SC 15.626). Doutoranda em Direito pela Univali (2014-  ), com o tema Dispute Board. Mestre em Gestão de Políticas Públicas pela Univali (2003). Especialização pela Escola Superior da Magistratura de Santa Catarina (2001). Graduação em Direito pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ (1999). Professora Titular das Disciplinas de Direito do Consumidor, Direito Processual Civil e Juizados Especiais na Univali, Itajaí/SC. Coordenadora do Curso de Relações Internacionais da Univali, nos Campus de Itajaí, Balneário Camboriú e Kobrasol (São José) até 2012. Membro da Associação dos Cursos de Relações Internacionais do Brasil. Coordenadora do Curso de Capacitação em Gestão Pública da Fundação de Educação Profissional e Administração Pública - FEAPI (Prefeitura de Itajaí). Juíza Leiga no Juizado Especial Cível da Comarca de Balneário Camboriú, com ênfase na Mediação, Conciliação e na Psicologia das Negociações. Presidente da Comissão de Direitos do Consumidor da OAB Subseção de Balneário Camboriú/SC. Membro do Instituto Brasileiro do Consumidor. Foi Coordenadora e Membro Fundadora do Instituto de Pesquisas Univali, ligado à Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura – ProPPec. Pesquisadora nas áreas de: políticas públicas e cidadania, constitucionalismo e política, juridicização das relações sociais, sociedade civil global, sociedade consumerista, mediação de conflitos, mediação familiar, conciliação, arbitragem comercial e negociações internacionais.

ROBERT M. V. GRANTHAM

Graduado em Pedagogia pela PUC/RS com ênfase no ensino de língua inglesa. Diversos cursos de especialização em comércio exterior. Há mais de quarenta anos envolvido com atividades relacionadas ao agenciamento marítimo, comércio exterior e gestão portuária, atuou em diferentes momentos nas duas maiores agências marítimas brasileiras e na implantação da operação brasileira de um grande armador internacional. Acompanhou todo o processo de transição para a conteinerização no Brasil e as profundas mudanças no panorama portuário brasileiro, desde os primórdios da discussão, votação e implementação da Lei n. 8.630/1993 (modernização dos portos), integrando entidades de classe e órgãos portuários. Atualmente dedica-se à consultoria independente nas áreas marítima, portuária e de comércio exterior e colabora regularmente com publicações especializadas.

Experiência profissional:  2015 ao presente: Sócio da Empresa Solve Shipping Inteligence – Consultores. 2009/2012: Diretor Comercial e Executivo da Superintendência do Porto de Itajaí. 2005/2008: Diretor da China Shipping do Brasil – São Paulo.  1998/2005: Gerente Regional da Lachmann Agências Marítimas S/A – Itajaí/SC.  1988/1998: Gerente Regional da Agência Marítima Orion Ltda – Itajaí/SC.  1979/1988: Gerente de Operações da Wilson Sons S/A – Santos/SP.  1977/1979: Assessor do Diretor Internacional do Banco de Desenvolvimento do Estado do RS – BADESUL. – Porto Alegre.

Cargos desempenhados:  Membro do Conselho Especial de Usuários do Porto de Itajaí – 1991/1993. Presidente da Associação Profissional das Entidades Estivadoras de Itajaí – APEEI – gestão 1991/1993. Presidente do Sindicato dos Operadores Portuários de Itajaí – Sindopin – gestão 1996/1998. Vice-presidente do Sindicato das Agências de Navegação Marítima e Comissárias de Despachos de Santa Catarina – SINDASC – gestão 1998/2000.   Membro do Conselho de Autoridade Portuária de Itajaí – 1993/1997; 1999/2006; 2009/2012. Membro do Conselho de Autoridade Portuária de São Francisco do Sul – 1999/2001. Membro do Conselho de Autoridade Portuária de Imbituba – 2004/2006. Reconhecimento: FENAMAR – Federação Nacional das Agências de Navegação Marítima: Medalha do Mérito Nacional do Agenciamento Marítimo outorgada em 2009.

ROBERTO DA SILVA BRANDÃO

Gerente da filial em Santos da Cory Irmãos de 1980 a 1996. Gerente-geral da Sea Land Service do Brasil de 1996 a 1999. Gerente de operações do Terminal de Contêineres de Paranágua entre 1999 e 2001. gerente-geral da Oceanus Agência Marítima de 2001 a 2004 e da Integral Terminais de 2004 a 2006. Gerente comercial da Frontend Cargo Service de 2006 a 2008. Gerente da Aquarius Shipping de 2008 a 2012. Consultor de negócios na Itapoá Terminais Portuários entre 2012 e 2013. Consultor em transporte marítimo da RB Consult desde 2014.

Idiomas: Português, inglês e espanhol.

Áreas de atuação: Atribuições dos atores portuários (autoridades, agentes, despachantes, operadores, etc.) e responsabilidade civil de merchants, afretadores e armadores.

ROBERTO EPIFÂNIO TOMAZ

Professor Colaborador do Mestrado em Ciência Jurídica da Univali) e do Programa de Pós Graduação Lato Sensu em Direito Empresarial e dos Negócios e do Curso de Graduação em Direito da Univali, desde 2000. Doutor em Dirrito Pubblico pela Università degli Studi di Perugia (UNIPG/2015 – Perugia/Itália), Doutor em Ciência Jurídica pela Univali, 2015, com período sanduíche realizado na Universidade do Minho em Braga (2013/UMINHO – Braga/Portugal), fomentado pela CAPES, Processo n.º 18033-12-1. Mestre em Ciência Jurídica pela Univali (2006 – Itajaí), Especialista em Processo Civil pela Universidade Regional de Blumenau (FURB/2000). Advogado (OAB/SC 10.105), graduado pela Univali, sócio proprietário do Escritório Tomaz Advogados Associados (www.tomazadvocacia.com.br). Avaliador da Revista Direito & Política, do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciência Jurídica – PPCJ (ISSN 1980-7791). Bacharel em Teologia pela Faculdade de Educação Teológica das Assembleias de Deus (2015), com ênfase em Missiologia, Teologia Sistemática, Família e Discipulado. Coordenador dos Cursos de Pós Graduação Lato Sensu em Direito Empresarial e dos Negócios e em Direito Previdenciário e do Trabalho pela Univali 2009 – Itajaí/Brasil), tendo viajado para mais de 15 países na América do Sul e Norte, Europa e Ásia.

Áreas de atuação: Construção Civil, Comércio Exterior, Empresarial, Civil, Imobiliário, Societário, Comercial e Relações de Consumo – ênfase em Comércio Exterior, Empresarial, Societário e Comercial.

Idiomas: Inglês, espanhol e italiano.

SAMIR KEEDI

Especialista (1997) e Mestre (2000) em Administração pela Universidade Paulista (2000). Graduado em Ciências Econômicas pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1979). Autor dos livros “Documentos no comércio exterior, a carta de crédito e a publicação 600 da CCI” ;  “Logística, transporte, comércio exterior e economia em conta-gotas” ; “ABC do Comércio Exterior – abrindo as primeiras páginas”;  “Transportes, Unitização e Seguros Internacionais de Carga-Prática e exercícios” ;  “Logística de Transporte Internacional-veículo prático de competitividade”   e “Transportes e Seguros no Comércio Exterior” (já descontinuado). Co-Autor, com um capítulo, do livro “Gestão das relações internacionais e comércio exterior”. Tradutor oficial do “Incoterms 2000” para o Brasil aprovado pela CCI.  Representante brasileiro do grupo consultivo da CCI - Paris na Revisão do Incoterms 2010. Membro do Conselho Editorial do Grupo Aduaneiras. Colunista em jornais e revistas de artigos sobre Transportes, Logística, Seguros, Comércio Exterior, Economia e Política. Especialista em Transportes internacionais e unitização de carga, e logística. Especialista em Incoterms, Carta de Crédito, Publ. 600 e documentos de comércio exterior. Atua desde 1972 no Comércio Exterior, para várias emrpesas, dentre as quais, Bordon, Deicmar, UNEF, Perdigão, Sadia e Aduaneiras.  Desde 1996 atua como professor universitário de graduação e pós-graduação/MBA em várias universidades brasileiras. Desde 1998 é professor da Aduaneiras e  desde 1997 atua como escritor, colunista e consultor independente. Desde 2001 é consultor da Aduaneiras.

SAULO MACHADO GOMES

Mestre em Direito (LL.M) com concentração em Direito Marítimo e Portuário pela Université de Montréal, Canadá. Título da dissertação: Conduct barring Shipowner’s Limitation of Liability for Maritime Claims under Bill of Lading. Especialista em Direito Processual Civil pela Faculdade de Direito Damásio de Jesus.  A Medida Cautelar de Arresto de Navio: aspectos processuais. Graduado em Direito. Faculdade São Luís, Maranhão, Brasil e Graduação em Filosofia (em aberto) – UFMA. Presidente da Comissão de Direito Marítimo, Portuário e Aduaneiro da OAB/MA,  Árbitro da Câmara Arbitral da Associação Comercial do Maranhão – ACM/MA,  Membro do Instituto Ibero-Americano de Direito Marítimo – IIDM e da Associação Comercial do Maranhão – ACM.

VILMAR HOEPERS

Advogado (OAB/SC 4.455). Sócio fundador do Tribunal de Mediação e Arbitragem da Foz do Rio Itajaí, em 2001, depois denominado Centro de Mediação e Arbitragem de Itajaí (2006), atualmente Câmara de Mediação e Arbitragem do Brasil, da qual é Presidente, desde 2016.  Graduado em Direito (1982) e Estudos Sociais pela Univali (1978). Especialista em Mediação e Arbitragem pela Universidade da Região de Joinville (2006) e em Ensino à Distância pela Faculdade Senac, Florianópolis, SC (2008). Concluiu o curso de capacitação em Mediação Judicial pela Escola Nacional de Mediação e Conciliação do Ministério da Justiça (2013). Tem experiência em conciliações no âmbito da Justiça Privada e no Tribunal de Justiça de Santa Catarina desde 2006. Vice-Presidente da Federação Catarinense das Entidades de Mediação e Arbitragem (FECEMA) de 2011 a 2015. Presidente da Comissão de Mediação e Arbitragem da OAB, Subseção de Itajaí, SC (2006 a 2015) e Membro da Comissão de Mediação e Arbitragem da Seccional da OAB/SC. Coordenador do V Seminário de Conciliação, Mediação e Arbitragem de Santa Catarina – SECMASC (2015). Professor de cursos de Capacitação em Mediação, Conciliação e Arbitragem desde 2009. Autor de artigos sobre mediação, conciliação e arbitragem publicados on line e em periódicos. Funcionário aposentado Caixa Econômica Federal (2012).

WELLINGTON BECKMAN SARAIVA

 Advogado (OAB/RJ 97.090). Sócio fundador do Wellington Beckman Advocacia . Oficial de Náutica da Marinha Mercante, graduado pelo Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (1982).  Mestre pela Escola de Direito da FGV/Rio (2012). Especialista em Direito Administrativo pela Universidade Federal Fluminense. Especialista em Direito Empresarial com ênfase em Contratos e Marítimo pela FGV/Rio.  Coordenador Acadêmico do curso de Direito Marítimo da Escola Superior de Advocacia - OAB/RJ. Coordenador acadêmico da Pós-graduação em Gestão do Transporte Marítimo e Portos da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, São Luis/MA.  Professor de Pós- Graduação do curso de Negócios Internacionais e do MBA em Direito Empresarial na Sustentare Escola de Negócios em Joinville/SC. Professor visitante da Pós-graduação em Direito Marítimo, Portuário e do Petróleo do na Faculdade Maurício de Nassau  em Recife/PE e  da Pós-graduação em Gestão Portuária na Faculdade Laboro em São Luis/MA. Professor convidado da Fundação de Estudo do Mar. Membro da Comissão de Direito Marítimo, Portuário e Aduaneiro da OAB/PA e do Instituto Ibero Americano de Direito Marítimo.

WESLEY COLLYER

Capitão-de-Longo-Curso da Marinha Mercante. Bacharel em Direito e Mestre em Ciência Jurídica pela Universidade do Vale do Itajaí (2007). Possui o Curso Pleno de Estudos de Política e Estratégia pela Escola Superior de Guerra. Doutorando em Direito Marítimo pela Universidade de Buenos Aires (que possui quatro dos cinco Prêmios Nobel da Argentina). Professor nos Cursos de Aperfeiçoamento de Oficiais da Marinha Mercante no Rio de Janeiro, Comandante de navios petroleiros (tendo navegado o equivalente a 16 voltas em torno da Terra), Juiz Suplente do Tribunal Marítimo; Inspetor-Geral da maior frota marítima do Hemisfério Sul (atual Transpetro); dirigiu a área de pessoal marítimo da Petrobras, com mais de 5.000 empregados; Negociador Trabalhista da Petrobras, e Juiz Federal do Trabalho. Professor Visitante nos Cursos de Comércio Exterior, de Direito Marítimo e Portuário em diversas Universidades, além de palestrante em Congresso e Seminários. Membro do Centro dos Capitães da Marinha Mercante, da Associação Brasileira de Direito Marítimo e do Instituto Iberoamericano de Derecho Marítimo, e Ex-Associate Member of Nautical Institute (Inglaterra). Autor de cinco livros e diversos artigos científicos e de opinião e revistas especializadas. Destacam-se os livros: Dicionário de Comércio Marítimo, inglês-português, com 5ª. edição em março/2015, pela Aduaneiras, e Lei dos Portos – o Conselho de Autoridade Portuária e a busca da eficiência, pela Lex Editora, SP. Principais comendas e homenagens: (i) Placa de Prata e homenagem do Centro dos Capitães da Marinha Mercante “pela brilhante atuação à Inspetoria Geral da Frota Nacional de Petroleiros”, em 16 de junho de 2008; (ii) Comenda Jus et Labor, da Justiça do Trabalho; (iii) Ordem do Mérito Naval, do Ministério da Marinha e (iv) Diploma e Escudo de ouro branco por “20 anos de bons serviços prestados à Petrobras”.

WILSON ALBERTO ZAPPA HOOG

Bacharel em Ciências Contábeis, Membro da ACIN - Associação Científica Internacional Neopatrimonialista e do Conselho Editorial da Juruá.  Mestre em Ciência Jurídica pela Univali – Itajaí. Perito-Contador,  Auditor, Arbitralista, Consultor Empresarial, Palestrante Especialista em Avaliação de Sociedades Empresárias. Escritor e pesquisador de matéria contábil. Professor-doutrinador de perícia contábil, direito contábil e de empresas em cursos de pós-graduação de várias instituições de ensino. Mentor intelectual do Método Zappa de Avaliação da Carteira de Clientes e do Método Holístico de Avaliação do Fundo de comércio e do Método de Amortização a Juros Simples - MAJS. Autor de 32 livros, todos editados pela Juruá Editora, Curitiba. Paraná. Dentre eles, podem ser citados:  Contabilidade um Instrumento de Gestão – Com uma abordagem transdisciplinar. 2. ed. 2011; Perícia Contábil – Coleção: Exame de Suficiência em Contabilidade. 2012; Perdas, Danos e Lucros Cessantes em Perícias Judiciais. 4. ed. 2012; Fundo de Comércio & Lucros Cessantes na Lei do Inquilinato. Aspectos da Prova Contábil - Voltado ao Judiciário e à Arbitragem - Mensuração Monetária em: Contratos não residenciais - Postos de combustíveis - Shopping Centers - Comércio – Indústria, 2013.; Prova Pericial Contábil - Teoria e Prática. 12. ed. 2015; Resolução de Sociedade & Avaliação do Patrimônio na Apuração de Haveres. 6. ed. 2015. Coautor dos livros Manual de Auditoria Contábil - Teoria e Prática - Abordagem da Auditoria nas Sociedades Limitadas e Anônimas; em coautoria com o Prof. Everson Luiz Breda Carlin. 5. ed. 2012;  Arbitragem uma Atividade para Contadores; em coautoria com o Prof. José Rojo Alonso. 2012; Corrupção, Fraude e Contabilidade; em coautoria com o Prof. Antônio Lopes de Sá. 5. ed. 2015.